Conheça as principais causas das espinhas e como tratar

A espinha ou acne é uma enfermidade que causa o fechamento das glândulas de gordura da pele, formando inflamações e erupções, que são as espinhas. Ela é causada pelo ligamento de diversos elementos, que envolvem exagero de fabricação de oleosidade pela pele, concentração de bactérias, propensão à ardor, desregulação hormonal e propensão a concentração de células e tecidos mortos.

A acne pode ser tanto de forma externa quanto interna, e isto ocorre visto que o fechamento da glândula sebácea não encontrou uma saída para fora da pele, ficando agarrado dentro de um abscesso, o que pode ser bastante aflitivo, no entanto, o tratamento é o igual.
Geralmente, a espinha não tem riscos à saúde, a não ser se tiver uma infecção excessiva e reproduzir uma contaminação grave. No entanto, se o exagero de espinhas não for abordado, pode provocar cicatrizes e manchas no rosto e no corpo que são capazes de prejudicar negativamente o emocional do indivíduo, sendo perigo, até, para a ansiedade e depressão.

Dessa maneira, para evitar o advento de espinhas, é fundamental preservar a pele, usar itens que retiram o exagero de oleosidade e células mortas, além de ter uma alimentação com saúde, que diminua o ardor da pele, à base de cereais integrais e alimentos ricos em ômega-3, como o salmão e a sardinha.

espinhas

Causas

  • No tempo de juventude, especialmente entre os 12 e 18 anos de idade, é mais comum acontecer a formação de espinhas, uma vez que neste tempo há o crescimento da fabricação de hormônios androgênicos pelo corpo, como a testosterona, que estimulam a fabricação de oleosidade. No entanto, as espinhas são capazes de acontecer em qualquer idade, não sendo anormal acontecer em mulheres depois dos os 30 anos.
  • A pele que não é bem higienizada pode ficar com concentração de oleosidade, o que obstrui os poros e favorece a formação de cravos e o progresso de espinhas.
  • A maquiagem precisa ser retirada o mais rápido possível, uma vez que o concentração na pele similarmente faz fechar os poros e favorece a formação de espinhas, especialmente os itens de baixa qualidade que são fabricados à base de óleos.
  • A utilização de protetor ou cremes bastante oleosos ou gordurosos, não são legais para cada forma de pele pois aumentam a formação de cravos e espinhas.
  • Ingerir alimentos inflamatórios para a pele, como leite, doces, carboidratos e frituras, são capazes de reforçar as chances de espinha, já que alteram a fabricação hormonal e estimulam o ardor da pele e a formação da espinha.
  • Certos remédios são capazes de provocar como efeito nocivo reações de ardor da pele, com formação de espinha, e uma amostra comum é o consumo do corticoide e anti-inflamatórios.
  • Se arriscar-se ao sol abundantemente pode gerar espinhas, uma vez que a radiação RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA pode agilizar o ardor e fabricação de oleosidade da pele, o que favorece a fabricação de espinha.
  • Possuir uma genética pré potente é um dos principais elementos para a formação de espinha, especialmente naqueles que tem um exagero em espinhas, uma vez que estes indivíduos abrange uma maior propensão à ter reações imunes e fazer lesões inflamatórias na pele.
  • Estar grávida pode provocar a fabricação de espinhas, o que ocorre apenas em algumas mulheres, por causa do
    crescimento da progesterona, que amplifica a oleosidade.

Sabonete

Tratamentos

No momento em que não se pode evitar a espinha, o tratamento precisa ser realizado, preferencialmente, com o consumo de itens como loções de higienização de pele ou cremes que impedem a formação de lesões, como ácido retinoico, ácido salicílico, adapaleno ou peróxido de benzoíla, por adágio, prescritos pelo Dermatologista, e são capazes de ser comprados ou preparados em farmácias de adulteração.


Veja também:

‘Acordei um dia e, de repente, estava com acne grave por todo o rosto’, G1.

Como uma espinha espremida pode colocar em risco sua vida, UOL.

Veja também estas matérias:

O que é Obesidade?

A importância de uma boa noite de sono, Veqish.

Deixe uma resposta